Segunda, Abril 23, 2018

A diretoria da APRUDESC vem a público manifestar seu repúdio a todo tipo de violência contra as mulheres, e a todas as opressões. Estamos cientes das denúncias encaminhadas no mês de março às autoridades do Centro de Ciências da Educação (FAED) e da Reitoria referentes a casos de assédio sexual e de estupro envolvendo um docente. Enquanto Seção Sindical filiada ao ANDES-SN, estaremos em conjunto com outras entidades cobrando das instâncias competentes a apuração das denúncias. Destacamos ainda a necessidade de a instituição assegurar às denunciantes as condições de permanência e segurança no espaço universitário, como também o amplo direito de defesa ao denunciado.

 

A APRUDESC em conjunto com o Grupo de Trabalho de Política de Classes, questões Etnicorraciais, Gênero de Diversidade Sexual estará em breve lançando a Cartilha de combate a todas às formas de assédio, em defesa dos direitos das mulheres, negros (as), indígenas e LGBT do ANDES-SN, fomentando espaços de debate sobre assédio sexual, violências contra as mulheres, racismo, machismo e lgbtfobia para ampliarmos as discussões que hoje movimentam a Universidade.

 

 

 

A Diretoria

 

Florianópolis, 5 de abril de 2018.